ecommerce-171

Em uma sociedade onde é cada vez mais comum as compras online, como ficarão as lojas físicas e seus vendedores?

Dados revelados pela nova pesquisa “Futuro do Varejo”, da MindMiners, mostram que muitos brasileiros questionam os vendedores de lojas físicas e preferem fazer compras usando PCs, smartphones e redes sociais.

A pesquisa mostrou que 39% dos brasileiros se incomodam com a presença dos vendedores em lojas.

Os millennials (geração Y, dos nascidos entre o meio dos anos 1980 e o começo dos anos 1990) se incomodam mais: 42% não gostam muito do papel dos vendedores.

Ao mesmo tempo, os consumidores estão usando os smartphones para obter informações de produtos e compras não somente em casa, antes de sair às compras, mas dentro das próprias lojas.

Assim, tiram um pouco do papel do vendedor que recomenda produtos e fornece informações sobre eles.

54% dos consumidores brasileiros já usaram o smartphone dentro de uma loja, buscando ler comentários e opiniões de outros compradores.

Já 67% usaram o smartphone dentro de uma loja para comparar preço antes de decidir pela compra.

Compras online

Segundo a pesquisa, 91% dos brasileiros já realizaram uma compra online.

No último ano, 44% fizeram de 2 a 5 compras online. Outros 22% fizeram de 6 a 10 compras.

Redes sociais

As redes sociais são usadas para ter confiança na hora de comprar. 56% compartilham suas experiências positivas nas redes.

Críticas negativas são ainda mais relevantes: 83% prestam mais atenção nelas do que em comentários positivos.

Além disso, 38% já compraram algo clicando em um link encontrado em alguma rede social.

(Por Exame – Guilherme Dearo) varejo, núcleo de varejo, retail lab, ESPM