TotvsNOVAREJO

A receita de vendas do comércio varejista do país caiu 3,5% em fevereiro se comparado ao mesmo mês de 2016, descontada a inflação do período, menor queda desde junho de 2016, segundo o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA), divulgado nesta quarta-feira (15). “Podemos interpretar o resultado de fevereiro como positivo para o varejo, dado que esperávamos uma retração maior, por conta do efeito de calendário, já que o ano passado foi bissexto e teve um dia a mais”, explica Gabriel Mariotto, gerente da área de inteligência da Cielo. O índice é calculado com base nas vendas realizadas nos mais de 1,7 milhão de pontos de vendas ativos credenciados à Cielo. Conforme o levantamento, descontados os efeitos de calendário de fevereiro, o desempenho do varejo em fevereiro teria sido 2,4 p.p  maior, com queda de 1,1%. O ICVA do mês passado apontou retração em quase todos os setores do varejo na comparação com fevereiro de 2016. A exceção foi o setor de turismo e transportes.

Resultado por Regiões
Em fevereiro, as regiões Nordeste e Centro-Oeste apresentaram retrações de 4 e 3,6%, respectivamente. O varejo ampliado no Sudeste registrou retração de 3,3% no período, seguido pelas regiões Norte e Sul, com baixas de 2,8 e 2,4%, respectivamente.

(Por Giro News) varejo, núcleo de varejo, retail lab, ESPM